Posts from the ‘Desafios’ Category

10 Livros em 10 Dias – Dia 10

Chegamos a parte final do desafio! Antes de começar, queria me desculpar por não postar este último dia ontem, quem segue o blog no twitter – @clubedevampiras – viu que eu avisei que não poderia, pois estava passando mal :/

Agora que eu estou bem melhor, vamos lá! Hoje é o “livro mais velho que você tem ou leu” e o livro é…  Harry Potter e a Pedra Filosofal <3

É muito óbvio? É! Harry Potter e a Pedra Filosofal, foi realmente, o primeiro livro que eu já li e o mais velho que eu tenho. É claro que até hoje eu guardo uns livrinhos infantis que ganhei quando era bem pequena, mas o primeiro livro que eu li, que me fez gostar de leitura, que me fez ser tudo o que sou, aquele que deu início em tudo, é Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Foi depois de assistir o filme, em dezembro de 2001, que minha mãe comprou o livro e me deu de presente. Começou então o meu vício, a minha paixão por Harry Potter e por livros. Assim que terminei o livro, ganhei de presente Harry Potter e a Câmara Secreta, o qual eu li até mais rápido que o primeiro, e em seguida Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, e por aí vai.

Também me orgulho em dizer que apesar de ter quase 9 anos de idade, o meu livro ainda está bem conservado, com as páginas bem amarelas e aquele cheirinho de livro antigo, mas livre de arranhões ou folhas soltas! (O que é um milagre levando em conta o acabamento dos livros da Rocco e o fato de que quando eu era criança, não era tão cuidadosa como sou hoje).

Então, é isso! Foi muito muito bom participar desse desafio literário, e digo isso não somente por mim, mas também pela Garota Indecifrável que participou da meme comigo. Vejam os outros dias:

Dia 1: Livro que eu mais gostei
Dia 2: Livro que eu menos gostei
Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei
Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei
Dia 5: Livro que mais prendeu minha atenção nele
Dia 6: Livro que menos prendeu minha atenção nele
Dia 7: Livro que eu mais recomendo
Dia 8: Livro que eu menos recomendo
Dia 9: Série de livros que eu mais gosto

Espero que tenham gostado!

Anúncios

10 livros em 10 dias – dia 9

Chegamos ao penúltimo dia do desafio literário 10 livros em 10 dias. Como esse é o meu último post no desafio, espero que tenham gostado e aproveitado todas as dicas. \o/ Agora, vamos a série que eu mais gosto:

Harry Potter

Autora: J.K. Rowling
Editora: Rocco

Livros: Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo. Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry Potter e as Relíquias da Morte + Os Contos de Beedle, O Bardo + Animais Fantásticos e Onde Habitam + Quadribol Através dos Séculos.

Me lembro como conheci a série, 6 anos atrás; me lembro qual o primeiro filme que vi e o primeiro livro que li; lembro de quais personagens gostei logo de cara; lembro de surtar quando não conseguia completar um álbum de figurinhas.. E lembro de muitas outras coisas, porque é fato: Harry Potter é a melhor série de livros/filmes e também a mais marcante, emocionante, especial, etc, etc.

Se você é fã da série, entende do que estou falando. Quem nunca riu do Ron e ao seguir dos livros, torceu para ele e a Hermione desenrolarem de uma vez? Quem nunca ficou eufórica em uma cena de ação? E, finalmente, quem nunca quis entrar em uma cena e colocar o Voldermort no lugar dele? U_u

Acho que já deu para imaginar o amor que tenho pela série, acompanhando anos e anos, torcendo, chorando.. E principalmente agora, com os últimos filmes se aproximando junto com o final. ):

Você pode não gostar, mas aposto que é fã de alguma série de livros tanto quanto sou de Harry Potter e provavelmente entende como é esse amor de fã.

Ok, vou parar e resumir: Harry Potter é insubstituível, ou seja, a melhor série de livros que já li. Pronto. :D

Veja os outros dias: Dia 1Dia 2Dia 3Dia 4 | Dia 5 | Dia 6 | Dia 7Dia 8.

10 Livros em 10 Dias – Dia 8

Estamos quase chegando no fim do desafio! Depois de 7 dias, hoje é o “Livro que eu menos recomendo” e foi bem difícil escolher. O livro que eu realmente menos recomendo também é o que eu menos gostei, A Cabana, do 2° dia do desafio, então me sobraram algumas opções e foi complicado escolher. Eu não recomendo vários livros dependendo do gosto da pessoa, e no geral, as vezes eu também não recomendo alguns livros que eu gostei – como Lolita, de Vladimir Nabokov – por causa do conteúdo, por ser um livro pessoal ou forte demais, etc. Então consegui chegar ao “Futuro da Humanidade – A Saga de Marco Polo”.

Minha tia me emprestou o livro dizendo que ia mudar o meu pensamento, a minha forma de ver as coisas, que era um livro maravilhoso, inteligente, blá blá…

E não é que o livro não seja legal, porque ele é! De um jeito louco, filosófico e psicólogico demais, o livro não é ruim, só é… louco, filosófico e psicólogico demais. A narrativa de Augusto Cury é maçante e o protagonista da história passa por situações tão “aloka” (tipo abraçar árvores!) que eu parei para rir enquanto lia.

Os personagens secundários são ainda mais loucos que o protagonista e a história avança bastante, deixando a premissa do livro até superficial.

E é por isso que eu não recomendo “O Futuro da Humanidade” (a capa agora mudou, mas essa aí é mais bonita hihi). Se quiserem tentar a sorte e ler, tudo bem, mas eu já deixei o aviso dado!

Outros dias do desafio: Dia 1: Livro que eu mais gostei | Dia 2: Livro que eu mais odiei | Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei | Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei | Dia 5: Livro que mais me fez ter atenção nele | Dia 7: Livro que eu mais recomendo.

Amanhã é o livro de série que eu mais gosto! (com a Garota Indecifrável) XD

10 Livros em 10 Dias – Dia 7

Como já citei “sem querer” o livro que mais recomendo no dia 5, hoje vou falar sobre o segundo livro que mais tenho recomendado. Na verdade, não é um livro, e sim uma série de livros:

A Mediadora

Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record

A série é formada de 6 livros (e um sétimo livro, supostamente, estaria sendo escrito): A terra das sombras, O arcano nove, Reunião, Hora mais sombria, Assombrado e Crepúsculo. Dentre eles, “A hora mais sombria” é o meu favorito.

Primeiramente, temos que levar em conta que esses livros são escritos por ninguém mais e ninguém menos que Meg Cabot. Ou seja, isso já é uma garantia e tanto de que vale a pena. :D Outro ponto positivo é que não tem relação com vampiros (que eu amo, a propósito) e por isso deu uma quebrada no “padrão” de livros que eu estava lendo na época.

Meg fez em A Mediadora o casal mais fofo entre os livros dela; um dos melhores personagens masculinos daqueles que te faz suspirar e uma história diferente que me fez ler os 6 livros em uma semana.

Existem inúmeros motivos para que poderiam ser dados para recomendar esses livros, mas a sinopse da série já faz isso muito bem:

A Mediadora conta a história de Suzannah Simon, uma garota de aproximadamente 16 anos. Suze é uma mediadora, cujo papel é ajudar os fantasmas a atingirem seus objetivos, e assim poderem passar para a pós-vida. A série começa depois que a mãe de Suze se casa com um homem chamado Andy Ackerman, e eles se mudam para Carmel, na Califórnia, para viver em uma casa antiga e com muita história para contar com os três meio irmãos: Jake, Brad e David ou, como ela gosta de chamá-los, Soneca, Dunga e Mestre. Para piorar (ou melhorar), seu quarto é “assombrado” por um fantasma bonitão latino chamado Jesse, que morreu há 150 anos atrás, e por quem Suze se apaixona. *

Confira os outros dias do desafio literário: Dia 1Dia 2Dia 3Dia 4 | Dia 5 | Dia 6.
Amanhã, “livro que você menos recomenda”, com a Garota Infernal. :*

10 Livros em 10 Dias – Dia 6

Eu ia colocar outro livro no dia de hoje, mas como era um livro que eu pelo menos tinha lido, decidi deixá-lo para outro dia. Não é que “A Exceção” seja um livro ruim – e se é, eu não sei dizer –, o problema é que não prendeu minha atenção em momento algum.

Só o comprei porque eu tenho um terrível problema de comprar qualquer coisa barata demais e que chame minha atenção. Achei o livro nas Americanas por R$9,90 e pronto, comprei. A capa é meio sinistra-diferente-bonitinha e a sinopse nem é tão legal, mas estava por R$9,90!

Demorei um pouco até começar a ler e depois que enfim o fiz, não fui muito longe. A narrativa do Christian é tão tão cansativa e arrastada e as coisas demoram tanto para se desenrolar que nem consigo dizer mais coisas sobre o livro porque apesar de no meu skoob estar como lido só cheguei até a página 105. E são nada menos que 560 páginas!

Um dia, de um mês qualquer, em algum ano, eu termino de ler. Mas enquanto isso vou pelo menos deixar a sinopse para vocês, e aí vocês é que sabem se colocam na listinha ou não:

Duas jovens trabalham com a análise e a divulgação de dados sobre movimentos genocidas que deixaram 60 milhões de mortos em todo o mundo. Elas dividem o escritório com o chefe e duas mulheres mais velhas: uma secretária de passado nebuloso e uma bibliotecária recém-contratada, alvo de inexplicáveis maus-tratos das colegas. A hostilidade e os desentendimentos aumentam quando as jovens começam a receber e-mails com ameaças de teor neonazista. As pistas indicam que o autor é um criminoso de guerra, mas, em meio a hostilidades contínuas, as duas acabam manipulando as circunstâncias para que a bibliotecária se torne a principal suspeita.

Então, esse é o livro que menos me fez ter atenção nele. Se você já leu ou quer ler, ou se ainda não o conhecia e agora quer conhecer, eu só posso dizer: Boa sorte! Hahaha.

Dia 1: Livro que eu mais gostei | Dia 2: Livro que eu mais odiei | Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei | Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei | Dia 5: Livro que mais me fez ter atenção nele. Amanhã: Dia 7 – Livro que eu mais recomendo (com a Garota Indecifrável).

10 Livros em 10 Dias – Dia 5

O tema de hoje, “livro que mais te fez ter a atenção nele”, também não foi de difícil escolha e logo soube qual era o livro:

A Menina que Roubava Livros

Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Lançamento: 2007
Número de páginas: 494

Ganhei o livro de “presente aleatório” e acabei lendo ele todo em um fim de semana e sobre ele só tenho elogios.

Logo nas primeiras páginas, quando somos apresentados a narradora – ninguém mais e ninguém menos que a morte – já fui completamente conquistada pelo estilo diferente (a morte narrando não é algo comum, certo?).

Os personagens são maravilhosos, a escrita também e a história muito bem criada. Me senti dentro da trama o livro todo, passando pelas aventuras da Liesel e do Rudy, sofrendo na época da Alemanha nazista e vivendo o grande preconceito e os perigos na vida de Max, o judeu que a família adotiva de Liesel ajudou.

Acredito que é o único livro em que gostei de todos os personagens principais e que não mudaria absolutamente nada na história e no rumo que se seguiu. Ri bastante com as brincadeiras da Liesel e do Rudy, me apaixonei nas cenas fofas com o Max e chorei muito (muito mesmo) com o final, que apesar de triste, foi ótimo. ):

Mesmo que não seja o meu livro preferido, esse é o que eu mais recomendo, para quem gosta ou não desse tipo de leitura. Não descolei do livro até ler a última palavra e sem dúvida, vale muito à pena. :D

Confira os outros dias do desafio literário: Dia 1Dia 2Dia 3 | Dia 4.
Amanhã, “livro que menos te fez ter a atenção nele”, com a Garota Infernal. :*

10 Livros em 10 Dias – Dia 4

Não foi díficil lembrar do livro mais caro que já comprei. Imediatamente pensei em “Harry Potter e a Ordem da Fênix” que foi R$59,90 mas depois percebi que eu não tinha comprado o livro e sim, ganhado da minha mãe (bons tempos!).

Então busquei nas notas fiscais e vi que os mais caros que eu já comprei foram “As Crônicas de Nárnia” por 45,80 em 2007, quando o livro ainda era bem caro e o Submarino não fazia essas promoções de 15,90. O outro era “Os Filhos de Anansi”, de Neil Gaiman. Paguei 48,90 por ele e foi o livro mais caro que tinha comprado até a Bienal ano passado, quando peguei “Azincourt” de Bernard Cornwell por 49,90.

Era um lançamento e o preço de 40-50 é comum para os livros do Bernard. Admito que comprei mais para ganhar a camisa que estavam dando de brinde caso a pessoa comprasse Azincourt e mais outro livro dele.

Já vi promoções do livro, e não me arrependo. Além de ter ganho uma camisa (é número G mas who cares?) essa coisa linda é autografada! Lembro desse dia como se fosse hoje. É muita emoção, ok.

Na minha lista tenho livros bem mais caros que esse e acho muito provável que uma hora dessas eu acabe comprando um mais caro. Por enquanto, fico com promoções e descontos, porque a fatura desse mês veio com números horrorosos demais. Haha.

Dia 1 | Dia 2 | Dia 3

Amanhã é o “Livro que mais te fez ter a atenção nele” e é a Garota Indecifrável que vai escrever.