Posts from the ‘Eu gosto’ Category

Robsten?

Robsten

Há uns dois anos atrás, quando terminei de ler Crepúsculo, a primeira coisa que pensei foi: Isso aqui dariam ótimas cenas! e quando Stephenie Meyer, autora dos livros, citou em entrevista ao canal E!, que pensou como ficariam as cenas nas telas enquando escrevia o livro, para mim não foi surpresa, mas sim, confirmação. Logo depois comecei procurar quem seriam os protagonistas da série. Vi montagens (no livejournal.com) com Emily Browning e Gaspard Ulliel como o casal principal e achei fofo, mas para mim não tinha o “algo a mais” que queria.

(…)
Continue lendo este post no Espada&Rosa

Anúncios

Acabou de Chegar #2

Demorei, mas aqui está o segundo “Acabou de Chegar” com as minhas comprinhas recentes!

Traição Mortal, Vampiros em Dallas, Jogos Vorazes, Blue Bloods e Os Diários de Carrie.

Tirando Os Diários de Carrie e Blue Bloods, os outros eu comprei na Saraiva e estava esperando para segunda, mas chegaram ontem! Sim, no sábado. Não foi tão ruim ficar em casa depois disso. Blue Bloods eu ganhei no sorteio do blog Track 3 Kid, da minha xará Nathalia. Os Diários de Carrie eu comprei no Submarino, junto com as três primeiras temporadas de Sex and the City e mais os livrinhos da foto abaixo:

Leia mais…

Minha série – Suposto filme de Friends

Seis anos se passaram desde que Friends, série americana de maior sucesso, parou de ser exibida. Mas parece que Courteney Cox (Monica, na série) e Jennifer Aniston (Rachel) estão querendo fazer um filme da série.

Leia mais…

As Super Listas de Moços Bonitos da Literatura #1

Finalmente, depois de enrolar muito, aqui está a 1° super lista de moços bonitos da literatura. Vou deixar as introduções de lado porque já falamos das listas aqui no blog Bem pra lá de Nirvana, e agora vou me desculpar por não ter postado a lista sexta-feira.

O liveblogging prometido aconteceu! Começou às 19h20 no Bem pra lá de Nirvana. Era para ser feito aqui no Clube, mas um problema FROM HELL aconteceu, ficamos desesperadas, e acabamos postando lá no blog da Lari mesmo.

Não teve todo o glamour, brilho e sucesso que imaginamos porque bem, eu e Lari metemos os pés pelas mãos e fizemos muita coisa em cima da hora. Só ficou melhor e apresentável porque garotas SUPER legais como a minha companheira de blog, Polie, a Bell e a Cherry_B, e Liv participaram do live todo ao nosso lado <3  (não esquecendo da Nanda, Rayra e da Carol que apareceram também \o\).

Vocês podem ler o que conversamos no liveblogging aqui! Garanto que vão rir muito XD

A propósito, antes de começar a lista, queria dar o crédito do apelido “moços bonitos” à Nanda! Foi ela que começou a chamar nossos gatos dos livros assim.

E enrolando ainda mais para começar a lista, quero avisar que apesar das coisas não terem começado como queríamos, a dominação global não parou não… Da próxima vez, os erros que impediram que essa 1° lista não fosse postada com sucesso, não irão acontecer. Aprendemos direitinho agora, e a 2° lista vai ser muito, MUITO melhor!

Ainda não sabemos quando será postada a 2° lista, mas não vamos seguir o padrão de uma semana. E a surpresa é que gostamos tanto do liveblogging da 1° lista, que um dia antes de cada lista de ser postada, haverá outro liveblogging! AHÁ. Eu sei que você gostou disso. Assim, quem não pode participar do nosso primeiro live, poderá participar do 2° e por diante. E também poderemos comentar sobre os moços bonitos de uma forma mais espontânea.

Vamos então aos carinhas da super lista de moços bonitos da literatura #1:

Ow! Eu tô na lista. E eu sou o futuro marido da Nath, ok?

Leia mais…

Os Meus Delírios de Consumo

Não é a primeira vez que eu faço um post sobre compras, mas quem me conhece ou segue o @clubedevampiras já deve ter percebido que sim, eu sou uma compradora compulsiva.


Mas peraí! Não é cedo demais para afirmar que você é uma compradora compulsiva?

Ok, na verdade é cedo sim, mas existem diferentes tipos de compradores compulsivos e é claro que vou demorar muito até chegar no nível Becky Bloom. Procurei um teste para fazer e achei esse aqui. O resultado foi: Você pode se tornar uma compradora compulsiva no futuro. Então eu sou um tipo de “aprendiz de compradora compulsiva” ou “consumista nível 1”.

Outro teste só dá as seguintes perguntas:

  • Não resiste ao impulso de comprar?
  • Gasta mais do que o planejado e se prejudica?
  • Precisa efetuar uma compra de qualquer maneira, não importa o produto?
  • Compra produtos que usa muito pouco?
  • Assume dívidas que não deveria?

Responda e não tenha medo se todas as respostas forem sim, porque existem milhões de garotas (e garotos) como você!

Então, agora que passamos da fase “assuma/descubra que você é uma pessoa com problemas compulsivos” vamos ao gastos. Aquilo que mais compramos, aquelas coisas que fazem a nossa felicidade e, principalmente, a felicidade do dono da MasterCard.

No meu caso, essas coisinhas são…

Leia mais…

Capas daqui ou de lá?

Capas de livros são variadas dependendo do país e da editora. Enquanto em algumas capas damos graças por terem chegado ao Brasil de forma diferente, as vezes lamentamos muito por não ter a capa usada em certo país por aqui! Nesse post, selecionei as melhores capas existentes lá fora, as melhores aqui e as que foram mantidas, mas sem tirar os créditos e sem dizer que todas as capas de lá são melhores que as dos Brasil e vice-versa:

LÁ FORA:

Vampire Diaries – L.J. Smith: Alemanha.

Para mim, a série com as variações mais legais de capas por aí é Vampire Diaries. Em cada lugar, as capas são bem diferentes e umas mais lindas que as outras. Mas às melhores vem da Alemanha (sem tirar os créditos das capas do Brasil, que também são ótimas):

Harry Potter – J.K. Rowling: Reino Unido

Amo mesmo as capas dos livros de Harry Potter no Brasil, mas as melhores sem dúvidas são as do Reino Unido, na versão adulta. Não consigo não me apaixonar nelas e querer mais e mais elas por aqui.

Leia mais…

Exclusivo – Kate Brian

Tradição. Honra. Excelência. PRIVATE RULEEEEEES!

As aparências enganam…

Quando comprei Exclusivo, esperava que fosse um tipo de Gossip Girl. A sinopse me parecia legal e essa capa-luxo só fazia meu interesse aumentar, mas quando eu pegava o livro pensava em Blair e na Constance Billard e deixava ele de lado para ler outro.

E depois que eu finalmente comecei a ler, me surpreendi muito. MUITO.

Reed é a garota nova da vez na Academia Easton. Bolsista, ela acredita que será muito difícil se adaptar ao colégio, que reúne jovens ricos e sofisticados. Mas tudo muda quando ela conhece as Meninas do Alojamento Billings. As mais populares e belas do campus, elas podem representar o passe para tudo que um colégio particular e exclusivo tem a oferecer: festas às escondidas, garotos lindos, roupas de grife… e segredos terríveis. Reed terá de pensar até onde está disposta a ir em nome da popularidade.”

2 dias. Foi esse o tempo que eu demorei para ler. Kate Brian escreve de uma forma totalmente viciante, a narrativa é rápida e não muito detalhista. Na medida certa! Os capítulos são pequenos e as coisas não demoram para acontecer, desde a primeira página você consegue sentir o que Reed está sentindo, toda a admiração dela pela Academia Easton. E quando ela chega lá, tudo melhora, principalmente quando conhecemos As Meninas do Billings e Thomas Pearson.

Noelle, Ariana, Kiran e Taylor. São elas que movimentam a história e a cabeça de Reed também. Elas são As Meninas do Billings, elas podem tudo. Se você já viu Meninas Malvadas, pode compará-las ao grupo de Regina George.

Tudo o que Reed quer é se tornar uma delas, e quando ela consegue sentar na mesa do Billings para o café, não importa se ela seja usada para buscar maçã, contanto que ela permaneça sentada ao lado delas. O que talvez seja um problema é você não consegue sentir raiva de Noelle, Ariana, Kiran e Taylor.  No decorrer da história, elas se mostram bem mais legais do que aparentam, mas também não são anjos e fazem certas coisas que deveriam me deixar irritada. O mesmo acontece com Thomas.

No início ele parece ser o garoto perfeito, aquele por quem você vai suspirar… e no final, as coisas mudam. Só que você não consegue sentir muita raiva dele. ARGH.

Leia mais…