Posts from the ‘Blog’ Category

Um Novo Clube

É com muito prazer, orgulho e felicidade que eu venho falar sobre o “Novo Clube” que vai começar a funcionar nas férias.

Nossas visitas aumentaram bastante após a promoção de Imortal, no mês de março, mas foi em maio que o blog decolou! Ganhamos leitores fiéis, amigos, parcerias com blogs maravilhosos e editoras também.

Desde então planejo algumas melhoras para o Clube, mas a falta de tempo é realmente um problema. Não dá para ler, estudar, escrever, ficar no Twitter, ler e responder e-mails, ir para o curso, estudar para o curso, assistir TV, fazer compras e muitas outras coisas em apenas 24h. Colégio atrasa nossa vida.

Mas as férias estão chegaaaaaando! UHUL! Duas semanas (e mais alguns dias que eu vou faltar) de alegria e nada pra fazer. Nesses dias sagrados, vou ter o dia inteiro livre para ocupar meu tempo fazendo coisas legais, e principalmente, transformando o Clube em um blog muito melhor.

Vamos ser PONTOCOM! O design do blog vai mudar, o número de postagens e a qualidade dos textos também. Haverá mais seções, categorias, mais diversidade. No entanto, um dos grandes tópicos que eu e a outra Nat aqui do blog estamos analisando, é a mudança no título.

Leia mais…

As Super Listas de Moços Bonitos da Literatura #1

Finalmente, depois de enrolar muito, aqui está a 1° super lista de moços bonitos da literatura. Vou deixar as introduções de lado porque já falamos das listas aqui no blog Bem pra lá de Nirvana, e agora vou me desculpar por não ter postado a lista sexta-feira.

O liveblogging prometido aconteceu! Começou às 19h20 no Bem pra lá de Nirvana. Era para ser feito aqui no Clube, mas um problema FROM HELL aconteceu, ficamos desesperadas, e acabamos postando lá no blog da Lari mesmo.

Não teve todo o glamour, brilho e sucesso que imaginamos porque bem, eu e Lari metemos os pés pelas mãos e fizemos muita coisa em cima da hora. Só ficou melhor e apresentável porque garotas SUPER legais como a minha companheira de blog, Polie, a Bell e a Cherry_B, e Liv participaram do live todo ao nosso lado <3  (não esquecendo da Nanda, Rayra e da Carol que apareceram também \o\).

Vocês podem ler o que conversamos no liveblogging aqui! Garanto que vão rir muito XD

A propósito, antes de começar a lista, queria dar o crédito do apelido “moços bonitos” à Nanda! Foi ela que começou a chamar nossos gatos dos livros assim.

E enrolando ainda mais para começar a lista, quero avisar que apesar das coisas não terem começado como queríamos, a dominação global não parou não… Da próxima vez, os erros que impediram que essa 1° lista não fosse postada com sucesso, não irão acontecer. Aprendemos direitinho agora, e a 2° lista vai ser muito, MUITO melhor!

Ainda não sabemos quando será postada a 2° lista, mas não vamos seguir o padrão de uma semana. E a surpresa é que gostamos tanto do liveblogging da 1° lista, que um dia antes de cada lista de ser postada, haverá outro liveblogging! AHÁ. Eu sei que você gostou disso. Assim, quem não pode participar do nosso primeiro live, poderá participar do 2° e por diante. E também poderemos comentar sobre os moços bonitos de uma forma mais espontânea.

Vamos então aos carinhas da super lista de moços bonitos da literatura #1:

Ow! Eu tô na lista. E eu sou o futuro marido da Nath, ok?

Leia mais…

Os Meus Delírios de Consumo

Não é a primeira vez que eu faço um post sobre compras, mas quem me conhece ou segue o @clubedevampiras já deve ter percebido que sim, eu sou uma compradora compulsiva.


Mas peraí! Não é cedo demais para afirmar que você é uma compradora compulsiva?

Ok, na verdade é cedo sim, mas existem diferentes tipos de compradores compulsivos e é claro que vou demorar muito até chegar no nível Becky Bloom. Procurei um teste para fazer e achei esse aqui. O resultado foi: Você pode se tornar uma compradora compulsiva no futuro. Então eu sou um tipo de “aprendiz de compradora compulsiva” ou “consumista nível 1”.

Outro teste só dá as seguintes perguntas:

  • Não resiste ao impulso de comprar?
  • Gasta mais do que o planejado e se prejudica?
  • Precisa efetuar uma compra de qualquer maneira, não importa o produto?
  • Compra produtos que usa muito pouco?
  • Assume dívidas que não deveria?

Responda e não tenha medo se todas as respostas forem sim, porque existem milhões de garotas (e garotos) como você!

Então, agora que passamos da fase “assuma/descubra que você é uma pessoa com problemas compulsivos” vamos ao gastos. Aquilo que mais compramos, aquelas coisas que fazem a nossa felicidade e, principalmente, a felicidade do dono da MasterCard.

No meu caso, essas coisinhas são…

Leia mais…

Swoon – Amor além do tempo, de Nina Malkin

Swoon é o livro mais bizarramente bom que eu já li.

Na pequena cidade de Swoon, Connecticut, todos têm orgulho de suas raízes e traduções sulistas. Recém-chegada de Nova York, Candice se destaca terrivelmente ali. No equinócio de outono, porém, suas habilidades psíquicas secretas se tornam úteis quando a prima, a doce Penélope, é possuída pelo espírito de um jovem da era colonial, injustamente enforcado pela morte de sua noiva. Agora, Candice terá que ajudar sua prima e tentar solucionar o mistério que envolve o belo e atraente rapaz.

Quem já viu o “Livros que eu vou ler #2“, sabe que Swoon estava na minha wish list. É o novo lançamento da Galera, tem uma sinopse legal e a capa é fofa demais. Só isso? Não, com certeza não!

Quando eu penso em livros bizarros (e ótimos), penso em Alice. Se você já leu as Aventuras de Alice no País das Maravilhas, sabe muito bem do que eu estou falando. Mas calma, a protagonista do livro em questão não é uma criança louca, e Swoon – a cidade onde tudo acontece – também está longe de ser o País das Maravilhas.

É difícil até descrever o livro, fazer uma sinopse que chegue aos pés da confusa, diferente e maravilhosa história de Candice, ou melhor, Dice. Swoon é uma típica cidade pequena, com aquelas famílias antigas que se orgulham de ter uma linda árvore genealógica, até que… Sinclair Youngblood Powers chega. Mas ele não chega como um cara gostosão e prepotente (apesar de ele ser assim) e sim, como um espírito na pele da prima de Dice, Penélope.

Ainda no corpo de Pen, Sinclair começa a mudar algumas coisas na cidade e Dice não demora muito para perceber que se trata de uma possessão. E quando eu digo que as coisas não demoram, eu também quero dizer que antes mesmo de Sin ganhar seu próprio corpo, Candice se apaixona por ele.

Leia mais…

Exclusivo – Kate Brian

Tradição. Honra. Excelência. PRIVATE RULEEEEEES!

As aparências enganam…

Quando comprei Exclusivo, esperava que fosse um tipo de Gossip Girl. A sinopse me parecia legal e essa capa-luxo só fazia meu interesse aumentar, mas quando eu pegava o livro pensava em Blair e na Constance Billard e deixava ele de lado para ler outro.

E depois que eu finalmente comecei a ler, me surpreendi muito. MUITO.

Reed é a garota nova da vez na Academia Easton. Bolsista, ela acredita que será muito difícil se adaptar ao colégio, que reúne jovens ricos e sofisticados. Mas tudo muda quando ela conhece as Meninas do Alojamento Billings. As mais populares e belas do campus, elas podem representar o passe para tudo que um colégio particular e exclusivo tem a oferecer: festas às escondidas, garotos lindos, roupas de grife… e segredos terríveis. Reed terá de pensar até onde está disposta a ir em nome da popularidade.”

2 dias. Foi esse o tempo que eu demorei para ler. Kate Brian escreve de uma forma totalmente viciante, a narrativa é rápida e não muito detalhista. Na medida certa! Os capítulos são pequenos e as coisas não demoram para acontecer, desde a primeira página você consegue sentir o que Reed está sentindo, toda a admiração dela pela Academia Easton. E quando ela chega lá, tudo melhora, principalmente quando conhecemos As Meninas do Billings e Thomas Pearson.

Noelle, Ariana, Kiran e Taylor. São elas que movimentam a história e a cabeça de Reed também. Elas são As Meninas do Billings, elas podem tudo. Se você já viu Meninas Malvadas, pode compará-las ao grupo de Regina George.

Tudo o que Reed quer é se tornar uma delas, e quando ela consegue sentar na mesa do Billings para o café, não importa se ela seja usada para buscar maçã, contanto que ela permaneça sentada ao lado delas. O que talvez seja um problema é você não consegue sentir raiva de Noelle, Ariana, Kiran e Taylor.  No decorrer da história, elas se mostram bem mais legais do que aparentam, mas também não são anjos e fazem certas coisas que deveriam me deixar irritada. O mesmo acontece com Thomas.

No início ele parece ser o garoto perfeito, aquele por quem você vai suspirar… e no final, as coisas mudam. Só que você não consegue sentir muita raiva dele. ARGH.

Leia mais…

As Séries da HBO #1

Acho que não preciso fazer uma grande introdução para o post. O nome diz tudo: As Séries da HBO. Talvez uma dessas séries seja sua preferida, talvez não, mas com certeza você já viu alguma ou já ouviu falar. Elas são polêmicas, famosas, bem feitas, viciantes, maravilhosas. Se por algum acaso do destino você ainda viu nada de nenhuma destas séries, está perdendo tempo!

Sex and the City

Carrie Bradshaw, Charlotte York, Samantha Jones e Miranda Hobbes transformaram a televisão e a vida de muitas mulheres, apresentando-lhes algo novo e provocador nunca antes visto. Estávamos em 1998 quando Sex and the City surgiu mostrando o quê muitas pessoas precisavam ver: sexo. Não, não estou falando de filmes pornôs nem nada parecido. As mulheres, principalmente, precisavam se identificar com personagens que tinham problemas amorosos mais complicados que aqueles das comédias românticas, elas queriam algo agressivo, que tratasse da relação sexual de maneira verdadeira, que mostrasse para o mundo que as mulheres podiam sim fazer sexo com quem bem entendessem. E tem algo que combine mais que sexo e cidade? Não!

Óbvio que uma série tão bem produzida não poderia ter outro resultado: Sucesso. Muito sucesso! Não é somente a forma como as personagens lidam com o sexo que faz da série um marco, e sim, como as personagens lidam com aquilo que elas são: mulheres. Mulheres retratadas de uma forma nova, crua, sexual. Não indecente. Há uma enorme diferença entre as vagabundas e as quatro amigas de Sex and the City.

Baseada no livro de mesmo nome, da autora Candace Bushnell. Carrie, Charlotte, Samantha e Miranda são as melhores amigas que todo mundo deseja ter. Elas são diferentes, cada uma tem sua qualidade e seu defeito. Eu sou fã da Charlotte, minha mãe da Samantha, minha amiga da Carrie… e por aí vai.

Leia mais…

Magya – Angie Sage

Magya é um livro que eu comprei pela capa, admito. Vai dizer que não é linda?

É o primeiro da série Septimus Heap de até agora 5 livros. Faz bastante tempo que o li e apesar de não ter ido para a minha lista de favoritos, vi que valia a pena falar sobre ele.

Sinopse: Sétimo filho do sétimo filho de uma família para lá de especial, Septimus Heap desaparece no dia de seu nascimento e é declarado morto pela parteira. Na mesma noite, seu pai, o Mago Silas Heap, encontra uma recém-nascida abandonada. Os Heap, então, adotam a menina e dão a ela o nome de Jenna. Dez anos mais tarde, a verdade sobre aquela noite e a origem de Jenna vêm à tona e a garota sofre uma tentativa de assassinato, obrigando a família Heap a fugir. Além disso, a Maga Extraordinária é destituída de seu cargo e uma nova ordem é instaurada no Castelo. Muitas mudanças à vista e, ao que tudo indica, a confusão tem relação com ninguém menos que Septimus, até então um simples sentinela.

Sinopse completa aqui. Visite o site (mega fofo!) da série: http://www.septimusheap.com.br/

É um livro com público alvo infantil e assim como quase todos do gênero, também é uma leitura agradável para jovens. A narrativa de Angie Sage pode ser meio cansativa as vezes, mas ela acerta nos principais momentos e torna a história melhor do que parece. Alguns personagens são bem construídos, outros deixam a desejar e por mais que a premissa lembre Harry Potter, não há muitas semelhanças, principalmente no tipo de “magya” que os magos do livro usam.

Minha nota para o livro é 3 estrelas!

Faltaram certas coisas na trama, talvez por ser apenas o 1° livro da série. Aqui no Brasil a Rocco já lançou o 2° e 3° (ambos com capas lindas):

Leia mais…