Posts de Garota Infernal

Meme: Tag com as blogueiras

Depois de enrolar uns dias por preguiça eu finalmente venho postar a meme que a fofa da Nanda me passou. Eu adoro memes mas essa não me interessou de cara porque, bem, eu gosto de falar de mim, o problema é que não consigo me definir muito bem. No entanto, quando a Nanda me indicou, fiquei mais confortável e gostei ainda mais da ideia. São 28 lindas perguntinhas e você vai ter que clicar no “Read More” pra ver.

1. Qual o seu nome?

Natália Silva (e tem mais um aí, começa com C mas eu não vou falar, use seus poderes sobrenaturais para descobrir).

2. Onde você mora?

Na cidade maravilhosa. Ex-capital do Brasil. Rio de Janeiro! XD

Leia mais…

Anúncios

Músicas no Replay Returns

A criatividade está em falta hoje, mas antes de começar o post vou explicar porquê:

Nessa sexta-feira, dia 25 – ou dia do jogo do Brasil – terá aqui no Clube um liveblogging para comemorar a estreia da Lista n° 1 de moços bonitos da literatura. Para conhecer mais sobre “As Listas” você TEM que ver esse post aqui no blog Bem pra lá de Nirvana. É sério, VEJA!

Agora que você já viu o início da dominação global, vamos ao assunto desse post: As músicas que eu não paro de ouvir agora. O “Returns” no título do post é porque eu já fiz um Músicas no Replay antes.

PS: A primeira música dessa listinha deveria ser Undisclosed Desires porque eu ainda não consegui parar de escutar pelo menos 3 vezes por dia!!! (e coloca mais exclamações aí).

Waka Waka (This Time For Africa)

É a música tema da Copa. E estamos no maior clima de Copa do Mundo. E é da Shakira.

Tsamina mina eh, eh
Waka waka eh, eh
Tsamina mina zangalewa

This time for Africa

Não tinha como não viciar!

Heart-Shaped Box

Essa é antiga, mas bastou meu amigo começar a ouvir loucamente que eu também comecei a ouvir várias vezes. É do NIRVANA! :D

Hey, wait, I’ve got a new complain
Forever in debt to your priceless advice

Hey, wait, I’ve got a new complain

E a última: Brick By Boring Brick

Depois de The Only Exception, a música do Paramore que eu não consigo parar de ouvir é essa.

So one day he found her crying
Coiled up on the dirty ground
Her prince finally came to save her
And the rest you can figure out

But it was a trick and the clock struck twelve

Até a próxima!

10 Livros em 10 Dias – Dia 10

Chegamos a parte final do desafio! Antes de começar, queria me desculpar por não postar este último dia ontem, quem segue o blog no twitter – @clubedevampiras – viu que eu avisei que não poderia, pois estava passando mal :/

Agora que eu estou bem melhor, vamos lá! Hoje é o “livro mais velho que você tem ou leu” e o livro é…  Harry Potter e a Pedra Filosofal <3

É muito óbvio? É! Harry Potter e a Pedra Filosofal, foi realmente, o primeiro livro que eu já li e o mais velho que eu tenho. É claro que até hoje eu guardo uns livrinhos infantis que ganhei quando era bem pequena, mas o primeiro livro que eu li, que me fez gostar de leitura, que me fez ser tudo o que sou, aquele que deu início em tudo, é Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Foi depois de assistir o filme, em dezembro de 2001, que minha mãe comprou o livro e me deu de presente. Começou então o meu vício, a minha paixão por Harry Potter e por livros. Assim que terminei o livro, ganhei de presente Harry Potter e a Câmara Secreta, o qual eu li até mais rápido que o primeiro, e em seguida Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, e por aí vai.

Também me orgulho em dizer que apesar de ter quase 9 anos de idade, o meu livro ainda está bem conservado, com as páginas bem amarelas e aquele cheirinho de livro antigo, mas livre de arranhões ou folhas soltas! (O que é um milagre levando em conta o acabamento dos livros da Rocco e o fato de que quando eu era criança, não era tão cuidadosa como sou hoje).

Então, é isso! Foi muito muito bom participar desse desafio literário, e digo isso não somente por mim, mas também pela Garota Indecifrável que participou da meme comigo. Vejam os outros dias:

Dia 1: Livro que eu mais gostei
Dia 2: Livro que eu menos gostei
Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei
Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei
Dia 5: Livro que mais prendeu minha atenção nele
Dia 6: Livro que menos prendeu minha atenção nele
Dia 7: Livro que eu mais recomendo
Dia 8: Livro que eu menos recomendo
Dia 9: Série de livros que eu mais gosto

Espero que tenham gostado!

10 Livros em 10 Dias – Dia 8

Estamos quase chegando no fim do desafio! Depois de 7 dias, hoje é o “Livro que eu menos recomendo” e foi bem difícil escolher. O livro que eu realmente menos recomendo também é o que eu menos gostei, A Cabana, do 2° dia do desafio, então me sobraram algumas opções e foi complicado escolher. Eu não recomendo vários livros dependendo do gosto da pessoa, e no geral, as vezes eu também não recomendo alguns livros que eu gostei – como Lolita, de Vladimir Nabokov – por causa do conteúdo, por ser um livro pessoal ou forte demais, etc. Então consegui chegar ao “Futuro da Humanidade – A Saga de Marco Polo”.

Minha tia me emprestou o livro dizendo que ia mudar o meu pensamento, a minha forma de ver as coisas, que era um livro maravilhoso, inteligente, blá blá…

E não é que o livro não seja legal, porque ele é! De um jeito louco, filosófico e psicólogico demais, o livro não é ruim, só é… louco, filosófico e psicólogico demais. A narrativa de Augusto Cury é maçante e o protagonista da história passa por situações tão “aloka” (tipo abraçar árvores!) que eu parei para rir enquanto lia.

Os personagens secundários são ainda mais loucos que o protagonista e a história avança bastante, deixando a premissa do livro até superficial.

E é por isso que eu não recomendo “O Futuro da Humanidade” (a capa agora mudou, mas essa aí é mais bonita hihi). Se quiserem tentar a sorte e ler, tudo bem, mas eu já deixei o aviso dado!

Outros dias do desafio: Dia 1: Livro que eu mais gostei | Dia 2: Livro que eu mais odiei | Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei | Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei | Dia 5: Livro que mais me fez ter atenção nele | Dia 7: Livro que eu mais recomendo.

Amanhã é o livro de série que eu mais gosto! (com a Garota Indecifrável) XD

Louras Zumbis – Brian James

Louras Zumbis. Louras Z-U-M-B-I-S!!!

É isso aí. Não se deixe enganar por esses lindos olhos azuis e esses cabelos louros maravilhosos, ou essa pele perfeita… As animadoras de torcida desse livro são bem mais que fúteis, são zumbis.

Hannah tem 15 anos e já se mudou de cidade tantas vezes que nem se preocupa mais em contar. Mas uma coisa é certa: é sempre fácil descobrir quem são as garotas populares da escola… Louras, bonitas, atléticas: líderes de torcida. Mas, em Maplecrest, ela é surpreendida ao ser chamada para se tornar uma delas — mas talvez essa transformação seja mais profunda do que parece.

Eu comentei sobre o livro aqui e nesta semana tive a oportunidade de lê-lo. Não sei muito bem como e o quê comentar primeiro. Foi um livro que me surpreendeu um pouco porque não é exatamente aquilo que eu tinha mente. E isso é bom e ruim.

Em primeiro lugar, tenho que dizer que essa capa é SHOW! Sério, esses olhos azuis realmente me assustaram de vez em quando, e apesar de ser um tanto assustadora, também é super linda. Gamei nessa capa. Vamos lá, minha sinopse:

“Hannah é uma adolescente chata que por culpa de seu pai ainda mais chato e egoísta, têm que se mudar constantemente para cidades aleatórias. A cidade da vez é Maplecrest, um lugar quase vazio e esquecido pelo tempo, onde todo mundo parece estranho para Hannah. No colégio ela conhece “as louras”. Elas são as mais populares, as líderes de torcida, as mais lindas e desejadas, blá blá blá. Mas é claro que Hannah quer ser uma delas também! É a única forma dela se enturmar no colégio e poder ter uma vida normal até que seu pai decida mudar de cidade novamente. Mas Lukas, seu super-legal-amigo-que-gosta-de-gibis a alerta: As louras são zumbis. Fique longe delas!”

Leia mais…

10 Livros em 10 Dias – Dia 6

Eu ia colocar outro livro no dia de hoje, mas como era um livro que eu pelo menos tinha lido, decidi deixá-lo para outro dia. Não é que “A Exceção” seja um livro ruim – e se é, eu não sei dizer –, o problema é que não prendeu minha atenção em momento algum.

Só o comprei porque eu tenho um terrível problema de comprar qualquer coisa barata demais e que chame minha atenção. Achei o livro nas Americanas por R$9,90 e pronto, comprei. A capa é meio sinistra-diferente-bonitinha e a sinopse nem é tão legal, mas estava por R$9,90!

Demorei um pouco até começar a ler e depois que enfim o fiz, não fui muito longe. A narrativa do Christian é tão tão cansativa e arrastada e as coisas demoram tanto para se desenrolar que nem consigo dizer mais coisas sobre o livro porque apesar de no meu skoob estar como lido só cheguei até a página 105. E são nada menos que 560 páginas!

Um dia, de um mês qualquer, em algum ano, eu termino de ler. Mas enquanto isso vou pelo menos deixar a sinopse para vocês, e aí vocês é que sabem se colocam na listinha ou não:

Duas jovens trabalham com a análise e a divulgação de dados sobre movimentos genocidas que deixaram 60 milhões de mortos em todo o mundo. Elas dividem o escritório com o chefe e duas mulheres mais velhas: uma secretária de passado nebuloso e uma bibliotecária recém-contratada, alvo de inexplicáveis maus-tratos das colegas. A hostilidade e os desentendimentos aumentam quando as jovens começam a receber e-mails com ameaças de teor neonazista. As pistas indicam que o autor é um criminoso de guerra, mas, em meio a hostilidades contínuas, as duas acabam manipulando as circunstâncias para que a bibliotecária se torne a principal suspeita.

Então, esse é o livro que menos me fez ter atenção nele. Se você já leu ou quer ler, ou se ainda não o conhecia e agora quer conhecer, eu só posso dizer: Boa sorte! Hahaha.

Dia 1: Livro que eu mais gostei | Dia 2: Livro que eu mais odiei | Dia 3: Livro mais barato que eu já comprei | Dia 4: Livro mais caro que eu já comprei | Dia 5: Livro que mais me fez ter atenção nele. Amanhã: Dia 7 – Livro que eu mais recomendo (com a Garota Indecifrável).

Livros que eu vou ler #2

Eu fiquei tão feliz quando a capa nacional de Wake foi divulgada pela Novo Século que decidi fazer um post sobre o livro, mas vou aproveitar a situação e falar sobre outros futuros lançamentos que, para variar, eu estou louca para ler. Começando por Wake, claro.

Desde que eu conheci esse livro, fuçando a Amazon, fiquei louca para ler. Junto com a Nat, Polie e outras amigas, imploramos à Galera Record para que trazesse o livro para cá e acabou sendo a Novo Século que fez isso.

Sinopse:

Para Janie, uma garota de 17 anos, ficar presa dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal.

Janie não pode contar a ninguém sobre o que acontece com ela – eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, a adolescente vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que ela não quer e não pode controlar.

Mas, de repente, Janie entra em um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez Janie deixa de ser expectadora e se torna uma participante…

Oi? Isso é tão tão legal! É o primeiro de uma trilogia, suas sequências são “Fade” e “Gone” e o livro foi elogiado pela Cassandra Clare (autora de Mortal Instruments). A Novo Século manteve a capa americana lindona, o que é um ponto extra e o faz entrar para a lista de prioridades.

Pré-venda na Saraiva por R$24,90!

Leia mais…