Como já citei “sem querer” o livro que mais recomendo no dia 5, hoje vou falar sobre o segundo livro que mais tenho recomendado. Na verdade, não é um livro, e sim uma série de livros:

A Mediadora

Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record

A série é formada de 6 livros (e um sétimo livro, supostamente, estaria sendo escrito): A terra das sombras, O arcano nove, Reunião, Hora mais sombria, Assombrado e Crepúsculo. Dentre eles, “A hora mais sombria” é o meu favorito.

Primeiramente, temos que levar em conta que esses livros são escritos por ninguém mais e ninguém menos que Meg Cabot. Ou seja, isso já é uma garantia e tanto de que vale a pena. :D Outro ponto positivo é que não tem relação com vampiros (que eu amo, a propósito) e por isso deu uma quebrada no “padrão” de livros que eu estava lendo na época.

Meg fez em A Mediadora o casal mais fofo entre os livros dela; um dos melhores personagens masculinos daqueles que te faz suspirar e uma história diferente que me fez ler os 6 livros em uma semana.

Existem inúmeros motivos para que poderiam ser dados para recomendar esses livros, mas a sinopse da série já faz isso muito bem:

A Mediadora conta a história de Suzannah Simon, uma garota de aproximadamente 16 anos. Suze é uma mediadora, cujo papel é ajudar os fantasmas a atingirem seus objetivos, e assim poderem passar para a pós-vida. A série começa depois que a mãe de Suze se casa com um homem chamado Andy Ackerman, e eles se mudam para Carmel, na Califórnia, para viver em uma casa antiga e com muita história para contar com os três meio irmãos: Jake, Brad e David ou, como ela gosta de chamá-los, Soneca, Dunga e Mestre. Para piorar (ou melhorar), seu quarto é “assombrado” por um fantasma bonitão latino chamado Jesse, que morreu há 150 anos atrás, e por quem Suze se apaixona. *

Confira os outros dias do desafio literário: Dia 1Dia 2Dia 3Dia 4 | Dia 5 | Dia 6.
Amanhã, “livro que você menos recomenda”, com a Garota Infernal. :*

Anúncios