O ditado é clássico e verdadeiro. A curiosidade é algo que existe dentro de todos nós, um mal incurável que raramente nos abandona. Pode fazer bem e pode matar você, literalmente.

Exagerei? Vamos ver um exemplo:

“É uma noite escura e a rua está completamente vazia, mas a menina viu uma luz branca brilhante, ela precisou andar em direção a luz para se banhar de tal beleza. Sua amiga estava lhe chamando, mas ela era muito curiosa, deixou a amiga ir embora e continuou seguindo a luz. Quando chegou mais perto, olhou para cima, de onde vinha a luz, era uma espécie de nave e havia um olho negro olhando-a de perto. Era um alienígena! Mas não se parecia com o E.T do Steven Spielberg e sim com o Alien de James Cameron, e antes que a menina pudesse correr, o alienígena a pegou. E ela morreu. THE END.”

Viram só? A curiosidade mata sim! -q

Não adianta evitar, mesmo que você não sofra dos exemplos que citarei abaixo, a curiosidade irá persegui-lo. No colégio, imagine que você veja seu BFF conversando com alguém que você não gosta, daí o que acontece? Você vai ficar curioso para saber o que estavam conversando. E também tem as provas… na hora da entrega, quem é que não fica coçando os dedinhos pra saber quanto a outra pessoa tirou?

No entanto, há casos bem mais sérios que esse. Quem é fã de séries, livros e filmes sabe muito bem do que estou falando. Um exemplo que foi postado aqui no blog há pouco tempo: Spirit Bound, o 5° livro de Vampire Academy. O post teve muitas visitas e inúmeros cliques para o link do site oficial da série, onde haviam mais spoilers sobre o livro. E porquêee? Por causa da curiosidade! Se você leu os 4 livros anteriores, com certeza ficou morrendo pra saber o que acontecia. A curiosidade não deixou vocês resistirem. Isso é um fato!

E quanto à Eclipse? Relíquias da Morte? As fotos saem e você está lá vendo, salvando, babando nelas! A curiosidade não deixa você esperar, a tentação é gigante! É tipo, NECESSÁRIO você ver caray!

Mas o pior, é quando você não quer saber! Quando você consegue resistir a toda aquela curiosidade desgraçada e promete a si mesmo que vai esperar… MAS ALGUÉM FALA!

Aconteceu isso comigo várias vezes. O infeliz do meu amigo já cansou de me falar o final dos filmes e eu já cansei de bater nele por isso. A minha adorável professora já me indicou milhares de livros e também já contou o que acontece com a metade deles. Isso é extremamente irritante, eu tenho vontade de agir como uma psicopata com essas pessoas.

E quando o spoiler é… do mal? *Spoiler do 3° livro de Vampire Academy

“A menina estava terminando de ler Frostbite (Aura Negra) e foi para o shopping com sua amiga. Elas entraram na Saraiva, olharam os livros e começaram a falar de Vampire Academy! A menina estava super animada, afinal, já estava lendo o 2° e pretendia ler o 3° logo logo, até que a amiga solta: Dimitri vira Strigoi

Me diz se não é pra matar?! Eu tive que ler todos os livros na hora depois disso.

E tem gente que sofre mais! Imagine aquela pessoa que está lendo Harry Potter agora? É praticamente impossível terminar a série sem saber o que acontece no último livro.

Lição final:

Não há solução. A curiosidade é uma praga. Ela te ajuda, te desespera, te faz feliz e te machuca. Não tem maneiras de escapar, mesmo quando você não quer ela dá um jeito de fazer você rastejar de curiosidade. Eu sou uma curiosa incorrigível, e você?

Anúncios