Introdução:

“Era uma vez uma menina muito bonitinha que não tinha noção nenhuma sobre o dinheiro, além de que ele era ótimo, pois com ele sua mãe lhe dava um livro sempre que ela acabava de ler um outro. Alguns anos depois a menina bonitinha começou a ler mais e querer mais, então ela pediu um aumento de mesada e passou a comprar mais livrinhos. Um belo dia a menina bonitinha ficou amiga de várias outras meninas bonitinhas que eram viciadas por livros e lhe recomendaram 3527682 livros, então, a menina bonitinha procurou por cada um deles, se interessou por metade e contou seu dinheirinho para ver se conseguia comprar todos. Ela ficou muito triste porque não conseguiu comprar todos, mas fez chantagem emocional com os pais e arrumou mais dinheiro para gastar. Aí, a menina bonitinha começou a comprar DVDs e boxes de suas séries favoritas enquanto a sua lista de livros só crescia e o dinheiro não dava para tudo, mas ela não conseguia se controlar, eram muitas promoções e ela só queria fazer a lista diminuir, mas também queria aquele filme que ela amou e para completar, a menina bonitinha ganhou um Blu-ray Player e os filmes em Blu-ray ainda são bem caros aqui, e as contas só foram aumentando, aumentando e as faturas do cartão vinham com números horrorosos e de acordo com as contas, ela só vai poder comprar de novo em JUNHO! AHHHHHHH”

A minha estante está tão lotada quanto essa. A minha estante está tão lotada quanto essa.

Gostaram da história? É a minha!

É incrível como comprar faz bem para a gente, isso obviamente não ajuda em nada nossas contas bancárias e cartões de crédito mas a paz interior que sentimos muda tudo.

Exemplo:

– Se deu mal no colégio/faculdade/emprego e tem que achar uma solução rápida para que as coisas melhorem. Que atitude você toma? Shopping!

Porquê?

R: Não há nada melhor! No shopping você encontrará tudo o que precisa no momento: paz, diversão, bolsas, sapatos, roupas, livros, DVDs, CDs, cinema e comida. E de bônus ainda vai poder olhar o cara gato que passar.

Como isso vai me ajudar?

R: Depois do shopping você ficará relaxada e poderá pensar numa solução com mais calma. E como as chances de você levar para casa algum livro, filme ou uma calça jeans são muito (MUITO) grandes, a sua alegria só vai aumentar, já que você terá algo novo para apreciar.

Existem outras inúmeras situações onde gastar é a melhor solução para seus problemas, mas não vou falar delas no momento. O mais preocupante de comprar compulsivamente, são as contas no final do mês. MALDITAS CONTAS!

Adotei o sobrenome Bloom há bastante tempo e não tenho vergonha dele, afinal, comprar é bom demais e todo mundo faz, MAS… limites existem e devemos respeitá-los. Gastar mais do que se pode é mais comum do que imaginamos e não é um hábito que se deva acostumar a ter.

Excessos:

Se você possui algum “excesso” é porque já está em um nível avançado da compra compulsiva, se você possui vários excessos é porque faz parte da família Bloom.

Excesso é aquilo que você tem de sobra. Ou aquilo que você já tem, mas quer de novo!

(Meus) exemplos:

– A menina bonitinha já tinha o DVD de Twilight, mas quando lançou a lata lindona com camisa, ingresso e etc, a menina foi lá e comprou de novo.

– Quando a Galera Record anunciou as novas capas de A Mediadora, a menina bonitinha já tinha todos os livros, mas foi comprando as novas edições mesmo assim.

Agora em maio será lançado o DVD de Bastardos Inglórios, eles virão em edições com capas dos personagens e a menina quer todas as capas!

E aí, você tem algum excesso? Diga quais são e mude o sobrenome também!

Lição final:

Comprar é bom, faturas não são boas, excessos são legais mas o ideal seria não ter nenhum. A menina bonitinha vai continuar comprando e está tentando achar soluções para os DVDs de Bastardos Inglórios, você quer dar um ela? -q

Anúncios