O post que eu estava fazendo para hoje não tem nada a ver com este, mas como não deu muito certo (leia-se: esqueci de salvar e fiquei sem vontade de refazer), a matéria desse post vai ser algo bem legal, que todo mundo gosta: AUTORES!

Na verdade, essa ideia não é tão original assim (vide o nosso blog parceiro Nem um pouco épico, onde há um post sobre autores favoritos também) mas todo mundo que é viciado por leitura tem aquela listinha dos autores favoritos, aqueles que te fizeram enlouquecer com um livro simplesmente fantástico e que você adora anunciar aos quatro ventos: “Ele(a) é demais! Você tem que ler o livro dele(a)”.

Foi bem difícil fazer uma lista por ordem de preferência, então apenas os 3 primeiros estão nesse tipo de ordem porque são… meus bebês maiores. Hehe.

J.K Rowling

Ela é com certeza a n° 1 da lista de muitas pessoas e não poderia ser diferente quando foi ela que fez muitas pessoas se apaixonarem por leitura. Eu li Harry Potter e a Pedra Filosofal em 2001, depois que o filme estreou e enlouqueci por Harry Potter. E olha que na época eu era uma criança ainda. Não importa (muito) se ela matou metade dos personagens que eu gostava no último livro, J.K é a minha diva suprema e sempre será.

Rick Riordan

DIVO DIVO DIVO! Não tenho palavras suficientes para expressar meu amor por esse homem. Percy Jackson e os Olimpianos é uma das séries mais viciantes que já li, desde Harry Potter que eu não tinha esse desespero por um livro. Tio Rick (sim, sou íntima) sabe escrever uma boa história e sabe que nós precisamos de uma dose extra de seus livros, já que esse ano ele vai lançar mais dois! O primeiro da série The Kane Chronicles, cujo tema é mitologia egípcia (morri e ressuscitei) e o primeiro da nova série sobre o Acampamento Meio-Sangue, que se chamará The Heroes of Olympus (morri de novo, mas Hades me disse para parar de visitá-lo).

Meg Cabot

JESSE SEDUÇÃO!!! Sim, é esse meu primeiro comentário sobre a toda-fofa-e-diva Meg Cabot. A Terra das Sombras foi o primeiro livro da Meg que eu li, a história de uma menina que fala com fantasmas me interessou mais que a história da princesa (época rebelde de minha vida) e juntei dinheiro por umas três semanas para poder comprá-lo (novamente, era uma época rebelde em que meus pais me engavam dizendo que a minha mesada era muito alta). Depois que eu li não teve outra! Já estava viciada no universo de Suze e principalmente por Jesse. E logo em seguida me interessei nos outros livros da autora, como Tamanho 42 não é gorda, Rainha da Fofoca, A Garota Americana, Ídolo Teen, Sorte ou Azar, Pegando Fogo, O Diário da Princesa… enfim, hoje sou uma viciada em Meg Cabot e tenho orgulho de dizer: EU CONHECI ELA! Tenho 4 livros autografados (que ninguém toca) e adoro falar isso. Haha. Às vezes eu acho que minha época rebelde não passou totalmente.

Douglas Adams

Quando eu li “O Guia do Mochileiro das Galáxias” imaginei que tal obra só poderia ter sido escrita por uma mente enormemente brilhante, ou por alguém com duas cabeças. É, eu estava certa. Não sobre as duas cabeças! DNA – Douglas Nöel Adams – era um escritor maravilhoso, que não tinha medo de arriscar e criou uma das melhores séries do universo. Literalmente! Infelizmente, o gênio britânico faleceu em 11 de maio de 2001, aos 49 anos vítima de um ataque cardíaco. Graças a ele sabemos que o item mais importante a se levar para qualquer lugar é uma… toalha! E não se esqueçam delas no dia 25 de maio.

Richelle Mead

COMO VOCÊ FEZ AQUILO COM O DIMITRI? COMO? SUA LOUCA!

Antes de conhecer Vampire Academy eu tinha certo preconceito com a série, não gostei da sinopse mas resolvi ler para não dar opiniões precipitadas. E adivinhem o que aconteceu? Haha. Me viciei! Richelle conseguiu transformar um tema batido em algo original e ma-ra-vi-lho-so! Rose foi direto para minha lista de personagens favoritas e Dimitri… Oh Dimitri Belikov! Depois que me contaram um MEGA spoiler sobre a série, eu tive que ler todos eles (já que a editora demorou horrores pra lançar o segundo e não acho que o terceiro saia tão rápido) e simplesmente morri quando vi o que ela tinha feito com o meu, o seu, o nosso Dimitri! Espero realmente que essa ruiva-linda-e-diva faça com que tudo dê certo no final.

Dan Brown

Uns o amam, outros odeiam! O primeiro livro de Dan Brown que eu li foi “Anjos e Demônios” e me impressionei com a habilidade que ele tem de nos viciar na leitura. Não precisei ter bola de cristal para saber que ia comprar todos os seus outros livros. Para quem só viu os filmes (O Código da Vinci e Anjos e Demônios) e gostou, super recomendo que leia todos!

J.R.R Tolkien

O CARA CRIOU SENHOR DOS ANÉIS!!! (Eu sou exagerada, já perceberam?).

A frase acima já diz muita coisa, não? Haha. Muita gente conhece “O Senhor dos Anéis” pelos filmes de Peter Jackson, mas nunca leu a obra-prima de John Ronald Reuel Tolkien, que também escreveu outras preciosidades como “O Hobbit”, “O Silmarillion” e algumas outras histórias que estou louca para ler.

Bernard Cornwell

Autor da mais realista obra sobre o Rei Arthur, Bernard Cornwell é outro escritor fabuloso que eu tive a honra de conhecer pessoalmente e ter 2 livros autografados! Conheci ele atráves das “Crônicas de Arthur” e pretendo ler As Crônicas Saxônicas em breve. Todos os livros que eu li até agora são ótimos, mas se você não gosta de história e batalhas épicas, nem tente.

Nora Roberts

Tá, ainda sou uma fã recente de Nora Roberts, já que até pouco tempo atrás só havia lido A Trilogia da Magia mas agora que comecei a série Mortal estou prestando mais atenção nas obras dessa autora consagrada no mundo inteiro! Se você não gosta de romance policial, há milhares de outras opções para começar a ler Nora, dê uma olhada na lista de livros da diva aqui.

BÔNUS: Como infelizmente não dá para colocar todos os meus autores no post sem que ele fique gigante, aqui vai o bônus: Neil Gaiman, Eoin Colfer, Christopher Paolini, Markus Zusak e C.S Lewis (é só ignorar aquele final ridículo de Nárnia).


Anúncios