Isso dói!

Se existe uma coisa da qual não podemos escapar é essa: pé-na-bunda. Quem nunca deu ou não levou um fora, concerteza passará por tal situação, que é, no mínimo, terrivelmente constrangedora.

Mas, se é algo da qual não podemos escapar, como podemos nos preparar para tal situação?

Na verdade, nunca estamos preparados. A questão é, acontece quando nós menos esperamos e, ficamos sem saber o porquê e como aconteceu. Quando o fora é dado, acredite, pode doer igualmente nas duas pessoas, mas sem dúvida, o fora pode doer muito mais na hora que se o leva.

Um exemplo de um fora que dói bastante é ser demitido. Não, eu não estava falando de levar um fora do namorado, mas estava falando numa situação geral. Agora, voltando ao assunto: ser demitido. Afinal, isso também é levar um pé-na-bunda! E dói, muito!

A sensação de trabalho mal feito é a primeira coisa que se passa na cabeça. Afinal, tudo estava indo bem, não é? Depois, vem a culpa: achamos que o problema é com a gente! E aparece aquela tristeza …. Engraçado como tais sentimentos também podem se aplicar a questão de relacionamentos, pense também. Mas essa lembrança, vem sempre depois que você pega suas coisas e sai do trabalho: as contas. Afinal, elas não vão parar só porque você parou.

E isso que me alertou: o mundo não pára só porque você parou. Curta a sua tristezinha pós-chute! Ouça umas músicas tristezinhas, chore com as amigas e escreva sobre isso no seu blog (ou twitter, ou facebook, enfim)… faz parte da cura. Pode parecer muito auto-ajuda, mas é parte do processo. Depois desse período, que não pode ser muito longo, você tem que se levantar. Organize suas ideias, faça novos objetivos e recomece. Afinal, o mundo não pára, certo? E você não pode parar!

E o último lembrete: geralmente a culpa não é nossa. Livre-se dessa culpa, quem sabe ela se mire em quem deu o fora?

E quanto a mim, estou curtindo ainda meu pós-chute, mas brevemente, começo a procurar um emprego novo. E prometendo a mim mesma não cair na tentação de fazer besteira: afinal, tudo que se joga, volta ….

Se você já levou um fora, ou quer dar um fora e quer ajuda, mande um e-mail para mim e compartilhe! Vou adorar ajudar você …

Inté, beijos!

Anúncios